Editorial do Presidente

Prezado(a) colega,

Neste editorial, gostaria de uma reflexão a respeito da ética necessária ao profissional da contabilidade, lembrando sempre que a ética fundamenta-se, precipuamente, no respeito à pessoa humana. Assim, para se falar de ética, é condição sine qua non esclarecer que não se trata de algo novo, tão pouco de algo que esteja, agora, na moda. Ela surgiu desde quando o homem despertou para sua condição de um ser racional e livre, porém para conviver em sociedade era preciso assumir responsabilidades e, sobretudo, respeitar o espaço do seu semelhante.

Não será preciso nos vestir das indumentárias de “Dom Quixote” e nem do seu fiel escudeiro “Sancho Pança”, nem tão pouco sermos quixotescos em defesa da Ética, porém não poderíamos deixar de registrar que o estudo da ética marcará o seu território, o seu lugar, convergindo e divergindo de algumas formas na condução da possível aprendizagem do outro, fazendo com que os indivíduos aprendam a conviver em sociedade de forma honesta e justa nas suas relações e perceba em muitos colegas um dispersar desta atitude, e que isso identifica a perda de valores básicos, de civilidade e de respeito mútuo ao colega.

Dessa forma, podemos compreender a ética, mesmo de maneira básica, que a mesma vai além da moral que tenhamos recebido no percurso de nossas convivências em sociedade e em determinados contextos particulares, evitando, com isso, relativizar as nossas atitudes, para buscarmos definir valores e referenciais universais que transcendem os limites de qualquer cultura ou sociedade, pois a ética busca a possibilidade de encontrar princípios que sejam aplicáveis a todos, independentemente das barreiras criadas por valores morais que são determinados por grupos ou liames sociais (SOUSA, 2016). Dentro desta compreensão, não podemos deixar de registrar condutas de alguns colegas que fazem publicidade dos seus serviços querendo desfazer dos outros colegas, apresentando vantagens para tomar os clientes do outro.

Atualmente, as questões dos valores absolutos têm sido desprezadas, dando lugar ao relativismo exacerbado, precisamos transitar com essas questões e nos posicionarmos corretamente se soubermos observar os princípios éticos que transcendem espaço, temporalidade e atitudes individualistas ou de grupos minoritários para interesses particulares.

As questões éticas são caracterizadas pela sua generalidade. Por exemplo, se na vida real um indivíduo enfrentar uma determinada situação, deverá resolver por si mesmo, contando com a ajuda de uma norma que reconhece a situação e procurar agir de maneira  que sua ação possa ser moralmente valiosa. Diante do exposto, se fizer a tentativa de que a ética resolverá questões concretas será frustrante, pois a ética poderá dizer-lhe, em geral, o que é um comportamento pautado por normas, ou o que nas palavras de Vasquez (1998,p.7) “consiste o fim – o Bom – visado pelo comportamento moral, do qual faz parte o procedimento do indivíduo concreto ou de todos.”. A ética baliza aqueles que possuem valores de respeito, honestidade, empatia e outras virtudes que possam fazer com que as suas atitudes revelem o seu caráter. Como agimos revelamos quem somos.

Da filosofia grega, herdamos a noção de que a ética é mais do que um simples exercício de abstração e sim a possibilidade que possuimos da convivência na relação com o outro, pois ninguém vive isolado e sempre as nossas decisões pessoais podem afetar aqueles que convivem conosco. Sócrates acreditava que “uma vida sem reflexão não vale a pena ser vivida”. Ele acreditava que, para se tornar sábio, o indivíduo deve ser capaz de compreender a si mesmo. Para Sócrates, as ações de uma pessoa estavam diretamente relacionadas à sua inteligência e à sua ignorância.

Devemos ter cuidado, colegas, para que a nossa profissão não seja banalizada por colegas ambiociosos – e por que não dizer ganaciosos – em nome de um capitalismo selvagem e perdermos a essência de nossa existência, que deveria ser o respeito mútuo e nunca deixar de ter o cumprimento básico que Jesus nos ensinou, que seria amar ao próximo como a nós mesmos. Tenhamos todos um comportamento ético necessário a um convívio social respeitoso.

*Quixotesco expressão adjetiva, utilizada pela herança de Dom Quixote para se referir aos homens que, como o cavaleiro, são  extremamente idealistas.

Atenciosamente,

  
Prof. Dr. Antonio Carlos Ribeiro da Silva (ACR)
Presidente do CRCBA

XIV Convenção de Contabilidade da Bahia


Informações e inscrições: www.convencao.crcba.org.br

Agenda de Educação Continuada

NOSSOS EVENTOS

Cursos online CRCBA – clique aqui e acesse

Cursos online CRCSP (convênio) – clique aqui e acesse

 

ÁREA FEDERAL  

INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1906, DE 14 DE AGOSTO DE 2019 - DOU de 15/08/2019

Altera a Instrução Normativa RFB nº 1.787, de 7 de fevereiro de 2018, que dispõe sobre a declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais Previdenciários e de Outras entidades e Fundos (DCTFWeb)

INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1907, DE 14 DE AGOSTO DE 2019 - DOU de 15/08/2019

Altera a Instrução Normativa RFB nº 1.828, de 10 de setembro de 2018, que dispõe sobre o Cadastro de Atividade Econômica da Pessoa Física (CAEPF).

INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1908, DE 19 DE AGOSTO DE 2019 - DOU de 20/08/2019

Altera a redação da Instrução Normativa RFB nº 1.680, de 28 de dezembro de 2016, que dispõe sobre a identificação das contas financeiras em conformidade com o Padrão de Declaração Comum (Common Reporting Standard - CRS).

INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1910, DE 23 DE SETEMBRO DE 2019 - DOU de 24/09/2019

Dispõe sobre o controle aduaneiro de bens destinados à construção da Segunda Ponte Internacional sobre o Rio Paraná, entre as cidades de Foz do Iguaçu, no Brasil, e Puerto Presidente Franco, no Paraguai.

PORTARIA ME Nº 529, DE 26 DE SETEMBRO DE 2019 - DOU de 30/09/2019

Dispõe sobre a publicação e divulgação dos atos das companhias fechadas, ordenadas pela Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976, na Central de Balanços (CB) do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED).

ÁREA ESTADUAL

DECRETO Nº 19.184 DE 23 DE AGOSTO DE 2019 - DOE: 24/08/2019

Altera o Decreto nº 13.780, de 16 de março de 2012, que regulamenta o Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicações - ICMS.

DECRETO Nº 19.182 DE 23 DE AGOSTO DE 2019 - 24/08/2019

Altera o Regulamento do Fundo de Desenvolvimento Social e Econômico - FUNDESE, aprovado pelo Decreto nº 7.798, de 05 de maio de 2000.

DECRETO Nº 19.190 DE 27 DE AGOSTO DE 2019 - DOE: 28/08/2019

Dispõe sobre o tratamento tributário nas operações realizadas por central de distribuição de lojas de departamento, e dá outras providências.

LEI Nº 14.121 DE 05 DE SETEMBRO DE 2019 – DOE: 06/09/2019

Cria o Fundo Especial de Créditos Inadimplidos do Estado da Bahia - FECRIBA, altera a Lei nº 14.038, de 20 de dezembro de 2018, e dá outras providências.

ÁREA MUNICIPAL

DOM DE 06/09/2019 DECRETO Nº 31.437, de 05 de setembro de 2019

Altera e acrescenta dispositivo ao Decreto nº 29.100, de 06 de novembro de 2017, na parte que regulamenta o art. 5º da Lei nº 8.723, de 22 de dezembro de 2014, com redação dada pela Lei nº 9.434, de 27 de dezembro de 2018, e dá outras providencias.

DOM DE 23/08/2019 INSTRUÇÃO NORMATIVA SEFAZ/DRM Nº 11/2019

Dispõe sobre o sorteio de prêmios para tomador de serviço identificado na NFS-e, na forma que indica.

MINISTÉRIO DA FAZENDA-RECEITA FEDERAL DO BRASIL
Consultas Públicas, Decisões, Soluções de Consultas, Divergências etc.

DOU 21/08/2019 - SOLUÇÃO DE CONSULTA COSIT Nº 233, DE 16 DE AGOSTO DE 2019

Assunto: Normas de Administração Tributária

DOU 09/08/2019 - SOLUÇÃO DE CONSULTA DISIT/SRRF02 Nº 2011, DE 19 DE JUNHO DE 2019

Assunto: Simples Nacional

SOLUÇÃO DE CONSULTA COSIT Nº 251, DE 13 DE SETEMBRO DE 2019 - DOU 17/09/2019

Normas Gerais de Direito Tributário

NOTÍCIAS CONTÁBEIS TRIBUTÁRIAS
Artigos

Contabilidade segue em alta no time de carreiras promissoras
Por Rafaella Feliciano - Comunicação CFC
Após muitas transformações frente aos avanços tecnológicos, o mercado apresenta sinais de recuperação de confiança, reforçando a importância da contabilidade para a retomada do crescimento econômico.       

Sistema que substituirá eSocial vai desburocratizar o acesso conforme o porte da empresa

Com a notícia da extinção do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais Previdenciárias e Trabalhistas – eSocial, os empregadores brasileiros terão mais facilidade e economizarão tempo na hora de enviar as informações dos funcionários para o governo. A previsão é que, em menos de três meses, já estejam disponíveis para os contribuintes duas novas plataformas: uma para o Trabalho e Previdência e outra para a Receita Federal.

Fonte: contadores.cnt.br

Projeto exclui autorização de cobrança do Difal do regime do Simples

O Projeto de Lei Complementar (PLP) 176/19 retira a previsão legal de antecipação do recolhimento do diferencial de alíquota de ICMS (conhecido como Difal) sem encerramento da tributação para empresas optantes pelo Simples Nacional.

Fonte: contadores.cnt.br

A nova Lei Geral de Proteção de Dados

Fonte: Contabilidade na TV

O IRRF retido para as agências de viagens

Fonte: Contabilidade na TV

LEGISLAÇÃO DE INTERESSE DA SOCIEDADE CIVIL

Medida Provisória nº 892, de 5.8.201-Publicada no DOU de 6.8.2019

Altera a Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976, e a Lei nº 13.043, de 13 de novembro de 2014, para dispor sobre publicações empresariais obrigatórias.

Medida Provisória nº 891, de 5.8.2019-Publicada no DOU de 6.8.2019

Altera a Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, que dispõe sobre os planos de benefícios da Previdência Social, e a Lei nº 13.846, de 18 de junho de 2019, que institui o Programa Especial para Análise de Benefícios com Indícios de Irregularidade, o Programa de Revisão de Benefícios por Incapacidade, o Bônus de Desempenho Institucional por Análise de Benefícios com Indícios de Irregularidade do Monitoramento Operacional de Benefícios e o Bônus de Desempenho Institucional por Perícia Médica em Benefícios por Incapacidade.

Medida Provisória nº 890, de 1º.8.2019-Publicada no DOU de 1º.8.2019

Institui o Programa Médicos pelo Brasil, no âmbito da atenção primária à saúde no Sistema Único de Saúde, e autoriza o Poder Executivo federal a instituir serviço social autônomo denominado Agência para o Desenvolvimento da Atenção Primária à Saúde.

LEGISLAÇÃO CONTÁBIL E SOCIETÁRIA

SOLUÇÃO DE CONSULTA DISIT/SRRF02 Nº 2011, DE 19 DE JUNHO DE 2019-DOU 09/08/2019

Assunto: Simples Nacional

NOTÍCIAS TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS

PORTARIA DA SECRETARIA ESPECIAL DE PREVIDÊNCIA E TRABALHO – SEPRT Nº 936 DE 06/08/2019- DOU: 07/08/2019

Dispõe sobre a renda mensal formal para fins previdenciários.

SOLUÇÃO DE CONSULTA DISIT/SRRF04 Nº 4035, DE 04 DE SETEMBRO DE 2019 - DOU de 10/09/2019

CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS PREVIDENCIÁRIAS


22 de Setembro – Dia do Contador

AS COMPETÊNCIAS DO CONTADOR 4.0

22 de setembro – Dia do Contador

Em 22 de setembro de 1945, o Decreto-lei nº. 7.988 instituía o primeiro curso superior de Ciências Contábeis do Brasil, sendo esta a razão pela qual se comemora, nesta data, o Dia do Contador. 74 anos depois, discutimos um novo momento da profissão contábil, permeada por sistemas digitais, armazenamento de dados nas nuvebs, uma gama de obrigações acessórias mutantes e muitas incertezas. Neste panorama, podemos nos apegar a uma certeza – o profissional contábil precisa se adaptar, traçar estratégias de como obter informações valiosas aos seus clientes e, mais, transformar essas informações em ganhos. Um contador atualizado das legislações e normas de sua área, com perfil consultivo e que saiba utilizar as ferramentas tecnológicas ao seu favor e a favor de seus clientes – este é o Contador 4.0.

Vivemos a 4ª fase da revolução industrial, onde a inteligência artificial simplifica processos e minimiza esforços empreendidos em rotinas meramente operacionais. Destaca-se, então, o profissional capaz de lidar com um volume grande de dados, de interpretar essas informações e de mostrar aos gestores quais os caminhos apropriados a seguir. A imagem deturpada do “pagador de tributos”, do burocrata e mesmo o estereótipo do burlador de normas, refletiram por muito tempo a ignorância acerca da importância dos mecanismos contábeis para o sucesso de organizações de todas as naturezas.

Hoje, atingimos uma consciência de que a gestão pública, das empresas privadas e do terceiro setor só estarão aptas a atingir sucesso em seus propósitos com a implantação de controles financeiros e contábeis, que evidenciem aos gestores onde os seus recursos se revertem em melhores resultados e também onde a performance não é boa. Ao lado do profissional contábil, o gestor tem as ferramentas necessárias para tomar as melhores decisões, onde investir, que tipo de aplicação realizar, optar pelas melhores estratégias tributárias…

Nos dias 13, 14 e 15 de outubro, a classe contábil estará reunida na XIV Convenção de Contabilidade da Bahia, no Hotel Fiesta, em Salvador. Com o tema “Contabilidade 4.0 – Esse é o Futuro da Profissão”, discutiremos as competências do Contador 4.0 em debates aplicados às mais variadas área de atuação – auditoria, perícia, mediação e arbitragem; contabilidade societária; contabilidade gerencial e controladoria; gestão pública; gestão no terceiro setor; gestão tributária; sustentabilidade; tecnologia da informação. Informações e inscrições estão disponíveis no site: www.convencao.crcba.org.br.

Prof. Dr. Antonio Carlos Ribeiro da Silva
Contador e presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Estado da Bahia

Curso promove discussão sobre Novos Desafios e Oportunidades do Mundo Digital para Empresas Contábeis

Na última terça (24/09), aconteceu o curso “Empresas Contábeis: Novos Desafio e Oportunidades do Mundo Digital”. O tema foi apresentado pela vice-presidente de Desenvolvimento Profissional e Institucional Lorena Pinho e pelo conselheiro Alison Santana, que deu relatos de vivências próprias enquanto empresários contábeis. Esteve presente a delegada do CRCBA em Lauro de Freitas, Valdirene Pinto Lima.

Estiveram presentes profissionais Contábeis regulares com o CRCBA, estudantes de Ciências Contábeis e profissionais de outras categorias interessadas. Os participantes contribuíram com 02 latas de leite em pó como forma de taxa solidária de inscrição, convertidos em doações para instituições beneficentes locais. A participação garantiu 02 pontos no Programa de Educação Profissional Continuada do CFC.

Presidente do CRCBA é homenageado em sessão do Dia do Contador da Câmara de Feira de Santana

Em comemoração ao Dia do Contador (22 de setembro), aconteceu, na noite da última segunda (23/09), noite festiva e solenidade na Casa da Cidadania, em Feira de Santana. O evento atendeu ao requerimento do vereador Edvaldo Lima e contou com palestra e homenagem ao presidente do CRCBA, Antônio Carlos Ribeiro.

O presidente do Conselho Regional de Contabilidade da Bahia, Antônio Carlos Ribeiro da Silva relatou a sua participação na formação de muitos contadores do município, como professor da Universidade Estadual de Feira de Santana. Em seu discurso, ele evidenciou as missões do Conselho de registrar os profissionais, fiscalizar o exercício da profissão e oferecer formação continuada aos contadores. Antônio Carlos Ribeiro finalizou ressaltando a relevância dos contadores para toda a sociedade, “observem que a contabilidade também aponta as questões éticas no exercício da nossa profissão, em muitas fraudes que foram descobertas, a contabilidade estava presente e sabia das coisas” e completou “todos nós como profissionais, devemos contabilizar no balanço da vida o amor, a perseverança, paz, tranquilidade, o respeito, e, estornar o ódio o rancor”.

Edvaldo Lima ressaltou a importância do profissional em contabilidade, citando que ser contador “é exercer uma profissão tão importante para o crescimento social e econômico do país. É cuidar do patrimônio das organizações e empresas, sejam elas de iniciativa privada ou pública”. E completou, “parabenizo a todos vocês contadores, que lidam com zelo e responsabilidade, cuidando das pessoas físicas e jurídicas de nosso estado e país”.

Grato pela homenagem, o contador e advogado, Orlêde Macedo Soares evidenciou a importância de gestos como esta solenidade realizada na Câmara Municipal de Feira de Santana para restabelecer o ânimo dos contadores que enfrentam a desvalorização da profissão. O palestrante da noite também defendeu que todos dependem dos serviços da contabilidade e que os avanços tecnológicos não irão consumar a profissão.

Na oportunidade, foram homenageados os contadores Tiago Andrade Lima Costa, Ivana Caroline Leal Rios, Fátima Mendes de Souza, Aurora Neris Cedraz, Mauro Ricardo Freitas Souza, Sérgio da Conceição Santos, Daniel de Souza Ramos Neves, Luiz Henrique Pinheiro Xavier de Carvalho, Luiz Carlos Tosta Santana, Lécia Rejane Silva Rocha, Kessia Ayanna Oliveira dos Santos, Sérgio Arcanjo Costa Neto, Gislene da Silva Pereira, Antônio Geoval Alves Amorim, Teresinha Fonseca Ferreira, Marcos Antônio Soledade Santos e Alexandre Bastos Silva.

A solenidade foi conduzida pelo presidente do Legislativo, vereador José Carneiro Rocha, que compôs a Mesa de Honra ao lado do secretário Municipal de Governo e representante do prefeito Colbert Martins – Paulo Aquino, de Antonio Carlos Ribeiro da Silva, Presidente do Conselho Regional de Contabilidade da Bahia – Alda Rita Lobo, do presidente do Sindicato de Contabilistas de Feira de Santana – Jaguaratan Souza Barbosa e do palestrante da noite, Orlêde Macedo Soares.

Informações e fotos obtidas no site da Câmara Municipal de Feira de Santana.

Delegacia do CRCBA em Vitória da Conquista promoveu evento em homenagem ao Dia Municipal do Contador (20/09)

A Delegacia do CRCBA em Vitória da Conquista, em parceria com o Sindicato dos Contadores e Técnicos em Contabilidade de Vitória (SINCONTEC) e a Câmara Municipal promoveram, na última sexta (20/09), uma Audiência Pública seguida de algumas palestras em comemoração ao Dia Municipal do Contador.

O evento aconteceu no Plenário Vereadora Carmem Lúcia, no SINCONTEC, às 17h, e contou com a seguinte programação: palestra proferida pelo Delegado da Receita Federal do Brasil (RFB), Andrey Soares de Oliveira, que explanou sobre a importância do contador para as doações de parte do lmposto de Renda das Pessoas Físicas ao Fundo da lnfância e Adolescência (FIA), em Vitória da Conquista; ocorreu também pronunciamento do Profº Mestre Paulo Fernando de Oliveira Pires, docente da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), que falou sobre a importância do contador no cenário nacional.

A mesa solene contou com as participações das seguintes personalidades:

Prof. Josenaldo Alves Souza – Docente da FAINOR
Porf. Manoel Antônio Oliveira Araújo – Docente da UESB
Prof. Paulo Fernando de Oliveira Pires – Docente da UESB
Josana Bispo Mota – Sub-Delegada CRCBA
Mércia Cristina Andrade Dias – Conselheira do CRCBA
Josafá de Jesus Barreto- Diretoria SINCONTEC
Andrey Soares de Oliveira – Delegado RFB
Prof. Cori – Vereador
Irma Lemos – Vice-prefeita de Vitória da Conquista
Valdemir Dias – Vereador de Vitória da Conquista

O evento contou ainda com homenagens proferidas pelo SINCONTEC à celebridades e acadêmicos da contabilidade local, são eles:

Prof. Josenaldo Alves Souza – Docente FAINOR
Prof. Manoel Antônio Oliveira Araújo – Docente UESB
Prof. Paulo Fernando de Oliveira Pires – Docente UESB
Mércia Cristina Andrade Dias – Conselheira CRCBA
Josafá de Jesus Barreto – Diretoria SINCONTEC
Dalvadisio Pereira de Oliveira – 1° Presidente da Associação
Eleonice Ferraz de Souza Cardoso – 1° Contabilidade em Vit. da Conquista
Manoel Jeronimo- participa há muitos anos no SINCONTEC
Andrey Soares de Oliveira- Delegado RFB
Vannaide Freitas Bahiano Brandão -Discente UESB
Paloma Campos Souza -Discente FAINOR
Edvaldo Paulo 1° Presidente SICONTEC
Tarcísio Luiz Matos de Almeida – Receita Federal da Bahia
Givaldo Reis Barbosa – 1° Delegado CRCBA
Clóvis Flores – Um dos Fundadores da Associação, ex-prefeito e ex-vereador, ex-deputado Estadual

XIII Encontro Nacional da Mulher Contabilista tem presença de conselheiras baianas

A vice-presidente de Desenvolvimento Profissional e Institucional do CRCBA e Representante da Comissão da Mulher Contabilista da Bahia, a Lorena Pinho; a vice-presidente Técnica, Sonia Gomes; a vice-presidente de Registro e Cadastro, Mércia Dias; a superintendente de Delegacias, Maria do Socorro Moreira e a coordenadora da Comissão de Jovens Lideranças, Vivian Nunes; representaram a Bahia no XIII Encontro Nacional da Mulher Contabilista. Com o tema "Empreendedorismo, Inovação e Sensibilidade: conduzindo revoluções’’, o evento aconteceu nos dias 11, 12 e 13 de setembro, em Porto de Galinhas (PE). De acordo informações do CFC, mais de 1.500 pessoas participaram, na noite de quarta-feira (11), da abertura oficial do evento.

O presidente Antonio Carlos Ribeiro da Silva decidiu que o órgão deveria ser representado pelas conselheiras na ocasião, ampliando o prestígio às lideranças femininas da classe contábil baiana.


Foto: CFC

Nesta edição o ENMC recebeu personalidades renomadas da área contábil, empresários, profissionais, estudantes, professores e autoridades governamentais, para discutirem temas como compliance e governança, cultura inclusiva, os desafios da Ciência Contábil frente à inovação tecnológica, entre outros. A programação contou com painéis temáticos, palestras, feiras de negócios e talkshow.


Foto: CFC

A proposta é discutir temas da área contábil e de interesse geral, com enfoque principal nas mulheres contabilistas, consolidou-se entre a classe e conquistou espaço cativo no calendário de eventos contábeis. Nos últimos Encontros, a média de público ultrapassou 2 mil participantes.

O evento já aconteceu em diversos estados, como Rio de Janeiro (RJ) (1991), Salvador (BA) (1992), Maceió (AL) (1999), Belo Horizonte (MG) (2003), Aracaju (SE) (2005), Florianópolis (SC) (2007), Vitória (ES) (2009), Caldas Novas (GO) (2011), Santos (SP) (2013) e Foz do Iguaçu (PR) (2015).


Foto: CFC

O XII ENMC é uma realização do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), Conselho Regional de Contabilidade de Pernambuco (CRCPE), e conta ainda com a organização da Academia Pernambucana de Ciências Contábeis (Apecicon) e com o apoio do CRCPE - Mulher em Foco e Sistema CFC/CRC.

Jequié e Ipiaú sediam curso sobre ICMS – Teoria e Casos Práticos

Nos últimos dias 24 e 25 de setembro as cidades de Jequié e Ipiaú, no sudoeste baiano, receberam o Curso ICMS – Teoria e Casos Práticos. Os cursos foram mediados pelo Especialista em Auditoria Contábil Tributária e membro da Comissão Técnica de Assuntos Tributários do CRCBA, Anderson Vilaça.

Jequié – BA

O curso abordou os seguintes tópicos: 1: ICMS Normal Lei Complementar do ICMS; 2: ICMS DIFAL – Diferença de Alíquota; 3: ICMS Substituição Tributária subdivididos em diversos tópicos que abrangem e esclarecem acerca do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Ipiaú – BA

Estiveram presentes profissionais Contábeis regulares com o CRCBA, estudantes de Ciências Contábeis e profissionais de outras categorias interessadas.Os participantes contribuíram com 02 latas de leite em pó como forma de taxa solidária de inscrição, convertidos em doações para instituições beneficentes locais.

Jequié – BA

Estudantes da Faculdade Ruy Barbosa visitam o CRCBA

Na última segunda (16/09) o CRCBA recebeu um grupo de 14 alunos dos cursos de Ciências Contábeis e Administração da UNIRUY WYDEN (Campus Costa Azul). A visita foi mediada pela Conselheira do CRCBA, Vivian Nunes e Valnei Mota, Coordenador de Fiscalização, que apresentaram o Conselho e explicaram sobre o seu funcionamento.

A Conselheira Vivian Nunes ressalta que “é de grande importância, que o aluno antes de sair da faculdade, por questões éticas, visite o CRC e conheça como funciona o sistema CFC/CRC’S. Faço um convite especial a todos os coordenadores do curso de Contábeis do Estado da Bahia, que entrem em contato conosco e agende a sua visita”, pontuou.

'Perícia Contábil no Século XXI' é tema do V Workshop de Perícia Contábil do CRCBA (23/08)

Na sexta-feira (23/08), o CRCBA realizou o V Workshop de Perícia Contábil, no auditório da Universidade Salvador – UNIFACS, na capital baiana. Com o tema “A Perícia Contábil no Século XXI”, o evento trouxe debates sobre avaliações de empresas, contratos financeiros, recuperação judicial e falência, perícia no ambiente do SPED, dentre outros.

A mesa diretora do Workshop foi composta pelo presidente do CRCBA, Antonio Carlos Ribeiro da Silva; da vice-presidente de Desenvolvimento Profissional e Institucional, Lorena Pinho; do coordenador da Comissão de Perícia, Mediação e Arbitragem do CRCBA, Kleber Marruaz; da professora do curso de Ciências Contábeis Rônia Silva – UNIFACS; e do superintendente administrativo e financeiro da JUCEB, Márcio Tanure.

O presidente Antonio Carlos Ribeiro da Silva elogiou os trabalhos da Comissão de Perícia, Mediação e Arbitragem, destacando sua atuação eficiente com ações de educação continuada e de representatividade dos peritos contábeis. Na oportunidade, o coordenador Kleber Marruaz apresentou ofícios encaminhados ao judiciário baiano cobrando a atuação exclusiva dos peritos contábeis em perícias da área contábil, ao contrário do que vem sendo praticado em algumas instâncias.

O especialista em avaliação de negócios (valuation) Fernando Henrique Ramos apresentou a primeira palestra do Workshop, com o tema “Avaliação de Empresas – Considerações Técnicas Periciais”.

No período da tarde a programação foi marcada pelas palestras “Recuperação Judicial e Falência – Procedimentos Periciais do Assistente Técnico” e “Perícia Tributária em Ambiente SPED”. A primeira proferida pelo Dr. em Direito, João Glicério de Oliveira Filho, que discutiu sobre Recuperação e Falência enquanto desafios e oportunidades para o perito contador.

Na segunda os palestrantes foram o Mestre em Administração, Audrey Jones de Souza e o MBA em Gestão Tributária, Iran Azevedo da Silva. Na ocasião eles aprofundaram discussões sobre a obrigatoriedade da Escrita Fiscal Digital e Cruzamento de Informações pela Perícia Contábil.

O evento teve inscrições sem contrapartida financeira, com taxa solidária de 2 latas de leite em pó, e conferiu 8 pontos no programa de Educação Profissional Continuada do Conselho Federal de Contabilidade – CFC.

Curso sobre ICMS aconteceu em Santo Antônio de Jesus (26/08)

Na quinta-feira (26/08),no Auditório do Solemar Hotel em Santo Antônio de Jesus, aconteceu o curso ICMS – Teoria e Casos Práticos.
A responsável por ministrar o curso foi a Conselheira do CRCBA e Especialista em Perícia Contábil e Tributos, Evalda de Brito Gonçalves. O curso teve o objetivo de aprofundar questões do ICMS, como Noções do Sistema Tributário Nacional; Incidência e Fato Gerador; Base de cálculo; Alíquota; Operações Fiscais; Benefícios Fiscais; Diferimento; Crédito; Diferencial de Alíquota e Livros e EFD ICMS/IPI – Documentos Fiscais.

O curso foi destinado a profissionais da Contabilidade inscritos e em situação regular com o CRCBA, estudantes de Contabilidade e demais profissionais interessados. Os participantes contribuíram com 01 pacote de fraldas geriátricas como forma de taxa solidária de inscrição, convertidos em doações para instituições beneficentes locais.

Curso em Camaçari discute Demonstrativos Contábeis

Na terça (27/8), aconteceu o curso "Demonstrativos Contábeis Financeiro: elaboração, análise e divulgação", no Auditório da Prefeitura Municipal de Camaçari - BA. Ministrado pelo vice presidente de Administração e Finanças do CRCBA, André Luis Barbosa dos Santos, o evento recebeu Profissionais da Contabilidade, estudantes da área contábil e profissionais de outras categorias e conferiu 08 pontos de Educação Profissional Continuada para Peritos, Auditores e Preparadores.

Os participantes contribuíram com 01 lata de leite em pó como forma de taxa solidária de inscrição, convertidos em doações para instituições beneficentes locais.

Presidente do CRCBA ministra curso de Escrituração Contábil para Micro e Pequenas Empresas

Na manhã de quarta (11/09) aconteceu, na sede do CRCBA, mais uma edição do evento Quartas do Conhecimento Contábil, desta vez com o curso Escrituração Contábil para Micro e Pequenas Empresas, ministrado pelo presidente do CRCBA, o profº Drº Antônio Carlos Ribeiro da Silva. Estiveram presentes o vice-presidente de Fiscalização, Ética e Disciplina, Sérvio Túlio dos Santos, e a conselheira Joseane Portugal.

O curso abordou o Conceito, Classificação, Definição e Regimes Tributários para ME/EPP; Mensuração de receita; Estrutura das Demonstrações Contábeis; Dispensa de Escrituração Contábil: Interpretação do Fisco X Código Civil e Normas Contábeis.

O evento foi promovido pela Comissão de Pequenas e Médias Empresas (PME) do CRCBA e teve inscrições sem contrapartida financeira, com taxa solidária de 1 lata de leite em pó, e conferiu 4 pontos no programa de Educação Profissional Continuada do Conselho Federal de Contabilidade – CFC.

Siga o CRCBA no Instagram!