EDITORIAL DO PRESIDENTE

Prezado(a) Colega,

O editorial desta semana nos conduz a uma reflexão de que profissional de contabilidade nós desejamos para o futuro. O que nos espera como profissionais são as constantes mudanças que têm ocorrido na sociedade, em razão da quarta onda de revolução industrial que perpassa por tantas alterações em função da tecnologia.

Precisamos agir no tempo e buscarmos criar mecanismos inovadores, usando de criatividade para superarmos qualquer obstáculo que venha nos conduzir para uma perspectiva inexistente. Uma profissão milenar não acaba por um simples fato de mudanças na sociedade. Se assim o fosse, muitas outras profissões já não existiram, porque as coisas mudaram. A tecnologia veio para agilizar processos e proporcionar tempestividade nas soluções dos problemas empresariais no controle do patrimônio.

O Encontro de Coordenadores e Professores de Contabilidade proporcionou um despertar dos docentes para que as suas práticas fossem repensadas em função da nova geração que adentra ao curso de ciências contábeis. Bem como o advento da revolução tecnológica, os procedimentos de contabilidade precisam acompanhar os avanços que estão ocorrendo e a academia não pode ausentar-se do mundo do trabalho, percebendo qual o profissional ideal para exercer a profissão com melhor qualidade técnica. Com isso, não quero afirmar que nas instituições de ensino somente devem preocupar-se com a lógica do mercado, pois não devemos perder de vista os propósitos de uma boa formação, respeitando os propósitos culturais, morais e intelectuais que a educação possui em seu caráter civilizatório.

Os currículos dos cursos de ciências contábeis precisam contemplar conhecimentos imprescindíveis para o profissional de contabilidade no mundo de hoje. Conhecimentos esses que versam na área de tecnologia, métodos quantitativos e gestão. O Contador “Glocal” deve pensar global e agir local e, para isso, precisa dominar temas como estratégias, microeconomia, macroeconomia, segurança de sistemas, linguagem de programação e, essencialmente, contabilidade, conhecendo as normas internacionais de contabilidade.

Em nossas formações atuais, ainda prevalece um conhecimento deficitário de contabilidade, adotando práticas de 30 anos atrás. Por exemplo, o aluno realizando razonete no caderno, em um mundo tecnológico com o uso de pouco papel; dedicando a maioria do tempo a estudar a área tributária, achando que isso é fazer contabilidade, sendo que agora os sistemas irão operacionalizar todas essas atividades. E o que faremos?

Chegou o momento de pensarmos em alternativas, por isso sou favorável que nos currículos dos cursos de ciências contábeis, os alunos estudem Hermenêutica (a arte de interpretar), conduzindo o aluno a pensar como pensar, elevando a nossa ciência a produzir cientistas que pensem os procedimentos de maneira elaborada e não simplesmente serem meros fazedores de lançamentos, de forma mecânica e nada reflexiva.

A nova geração de estudantes adentra as nossas instituições com outro modelo mental e os professores que são analógicos deparam-se com um público digital e, por isso, as metodologias de ensinar precisam ser alteradas, saindo de um modelo tradicional de conduzir os processos de ensino para uma linha mais emancipatória, em despertar no educando o conhecimento, tornando-o sujeito de sua própria aprendizagem. É esse olhar que fará um diferencial na formação dos novos contadores, um olhar para o seu próprio processo de aprendizagem, possibilitando aos alunos serem construtores de sua aprendizagem, que é pessoal e intransferível; revolucionando e criando possibilidades de cada um construir o seu caminho de conhecimento, elevando a nossa ciência ao status que Ela merece.

 
Prof. Dr. Antonio Carlos Ribeiro da Silva (ACR)
Presidente do CRCBA

IV WORKSHOP DE PERÍCIA CONTÁBIL


folder-01

DEBATENDO O REGISTRO MERCANTIL

POST1-01

QUARTAS DO CONHECIMENTO CONTÁBIL - CURSO "EFD REINF - O QUE VEM POR AÍ?"

folder-01

QUARTAS DO CONHECIMENTO CONTÁBIL - CURSO "EFD REINF - O QUE VEM POR AÍ?"

 



Agenda de Educação Continuada

 

EVENTO  CIDADE DATA
CURSO: ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL PARA MICRO E PEQUENA EMPRESA (EVENTO PONTUADO PELO CFC) SALVADOR 31/10/2018
QUARTAS DO CONHECIMENTO - CURSO: EFD REINF - O QUE VEM POR AÍ? SALVADOR 07/11/2018
CURSO: DEMONSTRATIVOS CONTÁBEIS-FINANCEIRO: ELABORAÇÃO, DIVULGAÇÃO E ANÁLISE (EVENTO PONTUADO PELO CFC) PAULO AFONSO 08/11/2018
SEMINÁRIO: IV WORKSHOP DE PERÍCIA CONTÁBIL SALVADOR 09/11/2018
CURSO: ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS (EVENTO PONTUADO PELO CFC) SALVADOR 14/11/2018
CURSO: PERÍCIA CONTÁBIL EM PROCESSOS DE APURAÇÃO DE HAVERES (EVENTO PONTUADO PELO CFC ) SALVADOR 23/11/2018
CURSO: ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO CONTÁBIL-FINANCEIRO CP00 (EVENTO PONTUADO PELO CFC) SALVADOR 28/11/2018
 

ÁREA FEDERAL

INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1841, DE 24 DE OUTUBRO DE 2018
(Publicado(a) no DOU de 25/10/2018, seção 1, página 38). Altera as Instruções Normativas SRF nº 5, de 10 de janeiro de 2001, nº 241, de 6 de novembro de 2002, nº 266, de 23 de dezembro de 2002, nº 357, de 2 de setembro de 2003, e nº369, de 28 de novembro de 2003.

INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1840, DE 23 DE OUTUBRO DE 2018
(Publicado(a) no DOU de 24/10/2018, seção 1, página 17). Altera a Instrução Normativa RFB nº 1.371, de 28 de junho de 2013, que estabelece normas sobre a Escrituração Fiscal Digital (EFD) a ser elaborada pelos contribuintes do Imposto sobre Produtos Industrializados situados no Estado de Pernambuco.

INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1839, DE 23 DE OUTUBRO DE 2018
(Publicado(a) no DOU de 24/10/2018, seção 1, página 16). Altera a Instrução Normativa RFB nº 1.685, de 19 de janeiro de 2017, que estabelece normas sobre a Escrituração Fiscal Digital (EFD) a ser elaborada pelos contribuintes do Imposto sobre Produtos Industrializados situados no Distrito Federal.

DECRETO Nº 9.537, DE 24 DE OUTUBRO DE 2018
DOU 25/10/2018 - Institui o regime especial de industrialização de bens destinados à exploração, ao desenvolvimento e à produção de petróleo, de gás natural e de outros hidrocarbonetos fluidos e dá outras providências.

ATO DECLARATÓRIO EXECUTIVO RFB Nº 7, DE 23 DE OUTUBRO DE 2018
DOU 25/10/2018 - Adequa a Tabela de Incidência do Imposto sobre Produtos Industrializados (TIPI), aprovada pelo Decreto nº 8.950, de 29 de dezembro de 2016, às alterações ocorridas na Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM).

ATO DECLARATÓRIO EXECUTIVO RFB Nº 6, DE 23 DE OUTUBRO DE 2018
DOU 25/10/2018 - Adequa a Tabela de Incidência do Imposto sobre Produtos Industrializados (TIPI), aprovada pelo Decreto nº 8.950, de 29 de dezembro de 2016, às alterações ocorridas na Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM).

PORTARIA MF Nº 447, DE 25 DE OUTUBRO DE 2018
DOU 26/10/2018 - "Estabelece os prazos para cobrança administrativa no âmbito da Secretaria da Receita Federal do Brasil - RFB."

ÁREA ESTADUAL

LEI Nº 14.016 DE 24 DE OUTUBRO DE 2018 (Publicada no Diário Oficial de 25/10/2018)
Dispõe sobre a redução de multas e acréscimos moratórios relacionados a débitos tributários do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação - ICMS.

LEI Nº 14.017 DE 24 DE OUTUBRO DE 2018 (Publicada no Diário Oficial de 25/10/2018) Regulamenta a compensação com créditos de precatórios, próprios ou de terceiros, de débitos de natureza tributária ou de outra natureza, inscritos na dívida ativa até 25 de março de 2015, nos termos do art. 105 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias da Constituição Federal.

ÁREA MUNICIPAL

DOM DE 25/10/2018 INSTRUÇÃO NORMATIVA SEFAZ/DRM Nº 24/2018
Dispõe sobre o sorteio de prêmios para tomador de serviço identificado na NFSe, na forma que indica.

MINISTÉRIO DA FAZENDA-RECEITA FEDERAL DO BRASIL
Consultas Públicas, Decisões, Soluções de Consultas, Divergências etc.

SOLUÇÃO DE CONSULTA COSIT Nº 171, DE 26 DE SETEMBRO DE 2018
DOU 30/10/2018 - ASSUNTO: Simples Nacional.

SOLUÇÃO DE CONSULTA INTERNA COSIT Nº 13, DE 18 DE OUTUBRO DE 2018
DOU 23/10/2018 - ASSUNTO: CONTRIBUIÇÃO PARA O PIS/PASEP.

NOTÍCIAS CONTÁBEIS TRIBUTÁRIAS
Artigos

Parcelamento do Simples acaba esta semana
Prazo para quitar entrada vai até quarta-feira (31). Fonte: Fenacon

Receita define cálculo de PIS e Cofins que deve ampliar judicialização
Em meio ao impasse sobre o cálculo correto de PIS e Cofins (contribuições federais) que as empresas devem pagar, a Receita Federal emitiu parecer que, segundo tributaristas, deve ampliar a judicialização do assunto. Fonte: Atual Amazonas

Senha do Meu INSS Pode Ser Feita pelo Internet Banking de Diversos Bancos
Conseguir a senha para acesso a mais de 20 serviços sem sair de casa ficou ainda mais fácil. Fonte: Blog Guia Trabalhista

EPIs Deverão ser Adaptados Para Pessoas com Deficiência
Uma alteração na Norma Regulamentadora nº 6 (NR-6), publicada nesta quinta-feira (25) no Diário Oficial da União (DOU), determina que os fabricantes de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) os adaptem para o uso de pessoas com deficiência

Entrada de 5% do PERT deve ser paga até o dia 3
O prazo para pagamento dos valores referentes aos 5% de entrada dos Programa Especial de Regularização Tributária do Simples Nacional (Pert-SN) e Programa Especial de Regularização Tributária das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte optantes. Fonte: Diário do Comércio

Será necessário efetivar o novo perfil “EFD-REINF-Geral” para acesso por procuração
Com a disponibilização de Portal Web para a EFD-REINF, será necessário efetivar o novo perfil “EFD-REINF-Geral” para acesso por procuração. O Portal Web da EFD-REINF entra em produção a partir do dia 29/10/2018 e estará disponível no Centro Virtual de Atendimento da Receita Federal do Brasil - e-CAC, no link: https://cav.receita.fazenda.gov.br/autenticacao/login/index

Publicada o PVA versão 2.5.0, com as alterações do leiaute 013.
Está disponível a versão 2.5.0 do PVA da EFD ICMS IPI, com as alterações do leiaute válido a partir de janeiro de 2019.

COAF e TCU firmam acordo de cooperação para troca de informações sobre lavagem de dinheiro e desvio de recursos públicos
Ministro da Fazenda participou da cerimônia realizada no Dia Nacional de Prevenção à Lavagem de Dinheiro. Fonte: SECOM TCU

LEGISLAÇÃO DE INTERESSE DA SOCIEDADE CIVIL

Durante o período de apuração dessa edição do CRCBA Notícias, não foram publicadas novidades desta seção.

LEGISLAÇÃO CONTÁBIL E SOCIETÁRIA

Durante o período de apuração dessa edição do CRCBA Notícias, não foram publicadas novidades desta seção.

NOTÍCIAS TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS

PORTARIA MTB Nº 877 DE 24/10/2018
DOU 25/10/2018 - Altera a Norma Regulamentadora nº 06 - Equipamento de Proteção Individual - EPI.

PORTARIA MTB Nº 876 DE 24/10/2018
DOU 25/10/2018 - Altera a Norma Regulamentadora nº 17 (NR-17) - Ergonomia.

 


Presidente palestrou no Encontro de Professores e Coordenadores de Ciências Contábeis do Espírito Santo

O presidente Antonio Carlos Ribeiro da SIlva - CRCBA realizou palestra sobre a MAtriz Curricular do curso de Ciêncais Contábeis durante o Encontro de Professores e Coordenadores do curso de Ciências Contábeis do Espírito Santo, realizado no dia 27/10, em Vitória. Na foto, o presidente do CRCBA está ao lado do presidente do CRCES, Roberto Shulze.

CFC promove treinamento para fiscais sobre novidades do Sistema Eletrônico

Por Rafaella Feliciano
Comunicação CFC

Chefes de fiscalização e fiscais do Sistema CFC/CRCs participaram, durante toda a semana (23 a 26 de outubro) de um intenso treinamento ao Sistema de Fiscalização Eletrônica. A ferramenta traz novidades para facilitar o trabalho da área garantindo mais agilidade, confiabilidade e lisura as rotinas .

"Temos o compromisso com a integridade que precisa ser reassumido dia a dia. As atualizações e inovações na fiscalização do sistema contábil brasileiro cumprem com esse papel. Poder compartilhar experiências e debater o conhecimento para o nosso aprimoramento é papel fundamental da nossa pasta", ressaltou Sandra Batista,  vice-presidente de Fiscalização, Ética e Disciplina do CFC.

A fiscalização do exercício da profissão contábil é exercida pelo Conselho Federal de Contabilidade e pelos Conselhos Regionais de Contabilidade, por intermédio dos fiscais do quadro funcional do Sistema CFC/CRCs. Reunidos em Brasília, os integrantes da área participaram de treinamento sobre parametrização, planejamento, procedimentos fiscalizatórios, ficha do fiscal e ferramentas de análise. Todos os assuntos tiveram como expositores os membros  do Grupo de Trabalho (GT) de Desenvolvimento de Melhorias para o Sistema.

Segundo a coordenadora da Coordenadoria de Fiscalização, Ética e Disciplina (COFIS), Franciele Carini, a grande novidade no Sistema é a possibilidade de se efetuar denúncias e toda a formalização dela via web. "Ele possui uma parte específica para a inclusão de denúncias por parte da sociedade e de apuração, de defesa por parte do denunciado e de julgamento do fato. Criamos a possibilidade de realizar a tramitação das denúncias em um sistema online próprio.

"Alargar a atuação da Fiscalização é um desafio que enfrentamos diariamente na atual gestão. Para tanto, contamos com fiscais experientes e empenhados no combate ao exercício ilegal da profissão, são conhecedores da realidade dos nossos profissionais e comprometidos com a proteção da boa técnica e do comportamento ético. Não temos dúvida que a tecnologia, aliada expertise da fiscalização, contribuirá para a efetividade e qualidade na atuação do Sistema Contábil CFC/CRCs, atuando como fator de proteção do interesse público. ", concluiu a vice-presidente Sandra Batista.

 Para saber mais

A fiscalização do exercício da profissão contábil é exercida pelo CFC e pelos Conselhos Regionais de Contabilidade, por intermédio dos fiscais contratados para esta finalidade e por profissionais do Sistema CFC/CRCs.

De acordo com o Art. 10 do Decreto-Lei n.° 9.295/1946 e com o Art. 18 da Resolução CFC n.° 1.370/2011 (Regulamento Geral dos Conselhos de Contabilidade), compete aos Conselhos Regionais de Contabilidade, entre outras, as seguintes atribuições: a)  expedir cédula de identidade para os profissionais e alvará para as organizações contábeis; b) examinar reclamações e decidir acerca dos serviços de registro e das infrações dos dispositivos legais vigentes, com relação ao exercício profissional; e c)  desenvolver ações necessárias à fiscalização do exercício profissional, impedindo e punindo as infrações e representar as autoridades competentes sobre fatos apurados cuja solução não seja de sua alçada.  Mais informações sobre a Fiscalização do Sistema CFC/CRCs podem ser obtidas aqui.<https://cfc.org.br/fiscalizacao-etica-e-disciplina/>

Curso de Especialização em Contabilidade Financeira da UFBA

Cursos do IBRACON-BA

Agenda de Cursos

Um dos desafios da Auditoria Independente no Brasil e no mundo é a garantia do contínuo aprendizado por parte dos profissionais.

Alinhado com as normas de Ensino da IFAC (Federação Internacional de Contadores) o programa de Educação Continuada do CFC, do qual o Ibracon é capacitador nato, traz para o Brasil esta tendência internacional de aprendizado contínuo.

Para atendimento desta demanda de permanente qualificação profissional de seus associados, o IBRACON oferece cursos modulares e treinamentos voltados para melhoria do desempenho profissional dos auditores e contadores.

Nossos cursos são ministrados por profissionais de reconhecida competência técnica e com conteúdo atualizado.
Verifique nossos cursos modulares ou faça sua grade de acordo com suas necessidades.

 

Seminário eSocial: aspectos técnicos e estratégicos (01/11)


Curso de Perícia Judicial Trabalhista do Sindiconta


Curso Implementação do eSocial na prática

Curta Duracao IPOG

Siga o CRCBA no Instagram!