XIV Convenção de Contabilidade da Bahia discutiu tecnologias a favor da profissão

Fabrício Lourenço e Leandro Nunes - Comunicação CFC e CRCBA
Fotografias: Ulisses Dumas e Erik Salles

Veja vídeo com resumo do evento:


Imagens e edição: Milton Gramacho e Damásio

Não é novidade para os profissionais da contabilidade que a tecnologia está cada vez mais presente diante do cenário econômico atual. Com essa revolução, o setor contábil assumiu uma posição estratégica, contribuindo para o processo de tomada de decisão.

E todo esse aparato tecnológico trouxe alguns termos que podem assustar os mais desavisados quando pronunciados, a exemplo de disrupçãoblockchain, compliance e Inteligência Artificial (AI), mas se bem discutidos e orientados podem ajudar o profissional a compreender e  enfrentar esse novo cenário.

Em sua 14ª edição, a Convenção de Contabilidade da Bahia reúne, no hotel Fiesta, em Salvador, de 13 a 15 de outubro, mais de 700 profissionais que acreditam que toda essa roupagem tecnológica é responsável pela chegada da Contabilidade 4.0 e que ela é o futuro da profissão. Mas, o que seria a Contabilidade 4.0?

Estudiosos sobre o assunto, que acompanham essa revolução na cena contábil, afirmam que esse novo conceito só poderá ser compreendido se os profissionais estiverem dispostos e atentos ao avanço tecnológico e que apresentem um alto nível de performance.

“Nós estamos vivendo uma disruptura total. O mundo mudou e precisamos desconstruir algumas crenças. Quando o tempo apresenta mudanças, nos desesperamos”, disse o presidente do Conselho Regional de Contabilidade da Bahia (CRCBA), Antonio Carlos Ribeiro da Silva, na solenidade de abertura da Convenção.

O presidente explicou, ainda, sobre a escolha do tema, “não sei se ainda é futuro, acho que talvez seja o presente. As mudanças estão ocorrendo muito rápidas e às vezes não estamos acompanhando essa evolução. O primeiro passo é analisarmos o cenário que estamos vivendo e nos reinventarmos e o momento é agora”.

Já o presidente do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Estado da Bahia (Sescap), Altino do Nascimento Alves, afirmou que o tema do evento foi um presente para os profissionais do estado. Ele acredita que “todos devem estar atentos a essas transformações e que os contadores devem se capacitar e dominar essas novas tecnologias”.

O presidente do Sindicato dos Contabilistas do Estado da Bahia (Sindiconta), Marco Aurélio dos Santos de Moura, aproveitou a ocasião ao dizer  que eventos com foco em tecnologia qualificam e valorizam, ainda mais,  a profissão contábil. “A tecnologia veio para contribuir e agilizar o nosso trabalho”, pontuou.

O diretor de Contabilidade Aplicada ao Setor Público da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia, Manuel Roque dos Santos Filho, ressaltou a importância que o profissional contábil assume ao munir os gestores de informações analíticas capazes de levá-los ao caminho do sucesso. “Estar em constante atualização, principalmente no que diz respeito à Contabilidade Pública, fortalece a profissão além de transformar o contador num agente social para o desenvolvimento do país”.

O secretário do Trabalho, Emprego e Renda e Esporte, Davidson Magalhães, que é economista, destacou a importância do tema. Para ele, “a disrupção é o rompimento da normalidade dos procedimentos”. Magalhães acredita que o maior desafio “é ter o conhecimento cada vez mais aperfeiçoado para que os contadores ajudem a fortalecer, ainda mais, a economia do estado”.

O vice-presidente de Desenvolvimento Operacional do CFC, Aécio Prado Dantas Júnior, que representou o presidente do CFC, Zulmir Ivânio Breda, foi o último a discursar. Segundo ele, “a contabilidade 4.0 vem para melhorar o processo produtivo. O cenário que vivemos hoje é pautado pelo uso da tecnologia de ponta e o profissional se vê diante de um novo desafio, mas jamais a nossa atividade será substituída”, esclareceu.

Aécio disse, também, que é preciso inovar e ter a capacidade de resiliência. “Temos que nos ajustar a esse momento. Não há espaço para profissionais que não se capacitam. Mas o consultor de gestão e de conhecimento multidisciplinar terá cada vez mais espaço no mercado de trabalho”.

Participaram da solenidade a presidente do Conselho Regional de Contabilidade de Minas Gerais, Rosa Maria Abreu Barros, os Conselheiros do CFC Maria Constança Carneiro Galvão e Wellington Cruz, vice-presidentes e ex-presidentes do CRCBA.

Homenagens

A Fundação Visconde de Cairu foi homenageada pelas relevantes ações à classe contábil. A comenda foi entregue ao vice-presidente institucional da entidade, Fernando Henrique Oliveira Santos.

A outra grande homenagem da noite foi para a contadora Célia Oliveira de Jesus Sacramento. Ela recebeu a comenda Contabilista Benemérito, condecoração entregue aos profissionais que no campo das atividades científicas, educacionais, culturais, administrativas e profissionais, tenham se distinguido de forma notável ou relevante e contribuído para o engrandecimento da classe contábil, representada por seus filhos, pois está fora do país em atividade acadêmica.

Apresentação cultural

Ao fim da solenidade de abertura, o grupo de teatro “Na Rédea Curta” realizou uma apresentação especial para a classe contábil baiana.

Fóruns e palestra sobre Contabilidade Digital movimentaram programação técnica do primeiro dia de Convenção

O primeiro dia da XIV Convenção de Contabilidade do Estado da Bahia foi marcado pela realização do Fórum de Coordenadores e Professores de Ciências Contábeis da Bahia, do Fórum de Jovens Lideranças Contábeis e de palestra sobre a transformação digital no mercado contábil, que antecederam a solenidade de abertura oficial do maior evento da classe contábil baiana.

Os professores Márcia Bortolocci e Marcos Lafin discutiram o “Ensino da Contabilidade 4.0”, durante o Fórum de Coordenadores e Professores de Ciências Contábeis da Bahia, que foi introduzido pela vice-presidente Técnica do CRCBA, Sonia Gomes, e coordenado pelo conselheiro Cremildo de Souza.

Na sequência, os participantes assistiram a uma animada explanação sobre “Empreender Contabilidade nas Redes Sociais”, apresentada pelos empresários contábeis e influenciadores digitais Pedro Nery e Anderson Hernandes, durante o Fórum de Jovens Lideranças Contábeis, que teve a mediação da conselheira Vivian Nunes, coordenadora da Comissão de Jovens Lideranças Contábeis do CRCBA.

Antecedendo à solenidade de abertura da Convenção, o coordenador de marketing da Conta Azul, Gabriel Manes, apresentou a palestra “Transformação Digital no Mercado Contábil”.

Segundo dia da Convenção teve palestra magna, além de fóruns, oficinas e apresentação de trabalhos científicos

Os participantes da XIV Convenção de Contabilidade da Bahia lotaram o auditório Íris do Hotel Fiesta na manhã da segunda-feira (14), para conferir a palestra Contabilidade 4.0, proferida pelo mestre e doutor em Controladoria e Contabilidade pela FEA-USP,  Gerlando Augusto Sampaio, coordenada pelo presidente Antonio Carlos Ribeiro da Silva (CRCBA). Assunto recorrente entre os contadores, a Inteligência Artificial vem promovendo uma grande revolução em todo o mundo e ditando um novo modo de se fazer contabilidade. “O débito e o crédito não vão acabar, só serão feitos de formas diferentes e o profissional terá que se adaptar a essa nova realidade”, esclarece Sampaio.

O professor apresentou o impacto da tecnologia nos EUA, país que reside atualmente. Segundo ele, é preciso fortalecer o desenvolvimento técnico. “Quero deixar claro que não há nenhuma novidade sobre as novas tecnologias, o que precisamos fazer é nos adaptarmos”, avisa. Ele revela que nos EUA 90% dos processos contábeis são realizados pela Inteligência Artificial. “Já estamos inseridos nesse contexto tecnológico e não temos como retroceder”, reflete.

Para ele, a Contabilidade 4.0 “seria o desenvolvimento da contabilidade como ciência, operacionalidade com a ajuda da automação ajudando o contador para a tomada de decisão”.

O contador apresentou vários pontos positivos com o advento tecnológico, mas alertou para a segurança dos dados. “Devemos conhecer bem esse novo cenário. Com menos demanda, teremos tempo para analisar com mais cautela os dados que serão fornecidos por essa inteligência artificial”, explica.

Procurado por muitos estudantes de Ciências Contábeis na Convenção, Gerlando deixa um recado para essa nova geração. “Esses futuros profissionais estão mais adaptados do que os antigos. Eles precisam apenas sair da caixinha e pensar diferente e, principalmente, inovar”. Para finalizar, o palestrante deixou três dicas para se manter competitivo no mercado de trabalho com o avanço da tecnologia. Segundo ele, “seja expert em, no mínimo, três coisas; desenvolva suas habilidades interpessoais; e não fique muito tempo na mesma empresa”.

Durante toda a segunda-feira (14), foram apresentados os trabalhos científicos aprovados pela Comissão Técnica da Convenção. Foram 39 trabalhos apresentados de um total de 62 trabalhos recebidos.

“Junta Integradora: a evolução do processo de registro de empresas”

A vice-presidente da Junta Comercial do Estado da Bahia –JUCEB, Paula Assis de Miranda Ribeiro, apresentou a palestra “Junta Integradora: a evolução do processo de registro de empresas” e falou sobre os impactos do projeto na economia do estado. “O objetivo do projeto Junta Integradora é a implantação da REDESIM com os municípios baianos, agregando todas as informações necessárias para abertura e alteração de empresas em um só ambiente digital, integrados à Receita Federal, facilitando e ampliando o desenvolvimento de novos negócios e fortalecendo a economia e gerando oportunidades”.

“Liderança e coaching para contadores, gestores e empreendedores”

Na sequência, o CEO da Brascoaching, Moisés Ribeiro, apresentou a palestra “Liderança e coaching para contadores, gestores e empreendedores”, coordenada pelo contador e auditor do Centro de Serviço Compartilhado – CSC, Cristiano Borges.“Liderar é influenciar e persuadir pessoas a fazer o que precisa ser feito, com mais rapidez, mais qualidade e mais eficiência. Também é crucial saber trabalhar pessoas, se tornar um expert em natureza humana, para influenciar pessoas a se engajar trazer mais resultados para as organizações”, destacou o palestrante.

Matriz de saldos contábeis foi tema do Fórum de Contabilidade Aplicada ao Setor Público

O Fórum de Contabilidade Aplicada ao Setor Público da Bahia foi realizado na manhã da segunda-feira (14) e teve como tema central “Contabilidade Aplicada ao Setor Público 4.0: Matriz de Saldos Contábeis”. Os painelistas convidados foram a subsecretária de Contabilidade Pública da Secretaria do Tesouro Nacional, Gildenora Batista Dantas Milhomem; e o contador e advogado e membro do Grupo Técnico de Estudo das Normas e Procedimentos Contábeis Aplicadas do Setor Público da STN, Fernando Carlos Cardoso Almeida.

Com foco no impacto da Inteligência Artificial no cenário contábil, os especialistas em contabilidade pública apresentaram dados sobre a Matriz de Saldos Contábeis, sob a perspectiva da Contabilidade 4.0. Questionada sobre esse novo cenário, Gildenora disse que a Contabilidade Pública está nesse momento da “Contabilidade 4.0”. Segundo ela, “nos já temos trabalhado com ferramentas tecnológicas para inovar, melhorar e fazer que os nossos entes subnacionais tenham menos trabalho na hora de enviar suas informações contábeis e ficais”.

Já o contador e advogado, Fernando Carlos Cardoso Almeida, abordou a evolução da contabilidade pública na perspectiva da introdução da Matriz de Saldos Contábeis com uma forma de capturar eletronicamente os dados dos entes da federação para a consolidação das contas nacionais. “Hoje possuímos uma metodologia de captação de dados do sistema dos entes federados, com uma confiabilidade e segurança maior, o que possibilita ao contador um maior tempo de análise”, disse.

“Como ser um líder inovador na gestão contábil”

A vice-presidente de Desenvolvimento Profissional do CRCBA, Lorena Pinho, apresentou a palestra “Como ser um líder inovador na gestão contábil”, coordenada pelo conselheiro Neilton Soares. “Quando você cria um clima dentro de uma liderança ressonante, você gera confiança. Um líder comprometido com sua equipe, que acompanha de perto, ele vai compreender também as carências e as deficiências de sua equipe. Se você oferece um desafio para o qual a pessoa não está pronta, ela vai se sentir desmotivada. O contrário também é verdade. Um líder atento, comprometido, vai conseguir estabelecer os desafios para as competências de sua equipe. Assim, ele vai criar um ambiente de confiança, de engajamento”, disse.

Fórum da Mulher Contabilista da Bahia discutiu estratégias de Contabilidade digital

A empreendedora Maria Lúcia Garcês, co-fundadora da SeeS Contabilidade Online e idealizadora dos Contadores Digitais, apresentou sua trajetória como empreendedora da área contábil e explicou aos participantes como conseguiu aumentar sua carteira de clientes 700% em 30 meses sem novas contratações, com reformulação de estratégias. A conselheira do CFC Maria Constança Carneiro Galvão coordenou o painel. “Cheguei muito mais longe do que imaginei, construí muitos projetos. Levei muitos tombos na vida, mas não desisti. Acreditem em vocês mesmas e não desistam. Eu não levanto bandeira de empoderamento, porque eu sou poderosa. Quem vai me empoderar? Eu sou poderosa, nós somos poderosas”. Foi com essas palavras que Maria Lúcia Garcês finalizou sua apresentação.

“Análise de Custos Gerenciais e Estratégias para Formação de Preços”

O vice-presidente de Administração e Finanças do CRCBA, André Luís Barbosa dos Santos, ministrou a oficina “Análise de Custos Gerenciais e Estratégias para Formação de Preços” para um público de 240 pessoas, nas salas Orquídea I e II do Hotel Fiesta.

“Accountability, Compliance e Governança para Condomínios 4.0”

A coordenadora da Comissão de Contabilidade Aplicada a Condomínios do CRCBA, Michele Lordêlo, ministrou a palestra “Accountability, Compliance e Governança para Condomínios 4.0”, na sala Antúrio.

Último dia da Convenção traz mais discussões sobre Contabilidade Digital e premiação de trabalhos científicos

O último dia da Convenção intensificou os debates acerca dos impactos da inteligência artificial na atuação do profissional contábil, em variadas vertentes; premiou os três trabalhos com melhor avaliação e deixou um sentimento de saudade dos momentos de crescimento profissional e conhecimentos compartilhados.

“Pode a Contabilidade Salvar o Mundo?”

Iniciando a programação da terça-feira (15), o painel “Pode a Contabilidade Salvar o Mundo?” foi apresentado pelo professor José Roberto Kassai e Rebeca Abreu.  Na oportunidade, foram abordadas questões acerca da sustentabilidade e como as empresas perdem capacidade e investimento se não mantiverem em seus portfólios a contabilização de iniciativas de preservação alinhadas ao seu modelo de negócio. Segundo Rebeca, “Os contadores podem e devem salvar o mundo, a sociedade conta com vocês pra isso”. O professor Kassai citou três grandes mudanças ocorridas nos últimos 20 anos – a globalização; a crise de 2008; e a tecnologia e a informática – e afirmou que os contadores são “os profissionais capazes de liderar mudanças nos modelos de negócios em prol da redução de impactos ao planeta e, mais além, da rentabilização dessas ações”.

“Como preparar sua empresa para a Contabilidade 4.0”

Na sequência, o professor  e conselheiro da Fortes Tecnologia Roberto Dias Duarte apresentou a palestra “Como preparar sua empresa para a Contabilidade 4.0”, com coordenação do vice-presidente de Fiscalização, ética e Disciplina do CRCBA, Sérvio Túlio Moura, e participação do empresário Marcelo Jardim. Durante a palestra, Roberto apresentou estratégias para o empresário contábil utilizar as ferramentas digitais para otimização de rotinas operacionais e como ampliar os serviços de consultoria para seus clientes.

“Compliance & Inovações Tributárias: risco ou oportunidade”

O professor e auditor tributário Edgar Madruga (BSSP) apresentou a palestra “Compliance & Inovações Tributárias: risco ou oportunidade”, coordenada pelo conselheiro do CRCBA Renê Silva da Costa. Na oportunidade, Madruga falou sobre os desafios em alinhar as inovações do mercado contábil com as normas e legislações vigentes, com alterações constantes acerca da fiscalização tributária em especial.

“Atualizações do eSocial, EFD-REINF e DCTFWEB”

A oficina “Atualizações do eSocial, EFD-REINF e DCTFWEB” foi apresentada pelo professor Danilo Lollio (BSSP) e pelo vice-presidente de Fiscalização, Ética e Disciplina do CRCBA, Sérvio Túlio Moura, e oportunizou aos participantes o esclarecimento de muitas dúvidas sobre as obrigações acessórias dos três módulos do Sped abordados, referentes a contribuições fiscais, trabalhistas e previdenciárias.

Fórum de Auditoria, Perícia Contábil, Mediação e Arbitragem

O Fórum de Auditoria, Perícia Contábil, Mediação e Arbitragem reuniu a professora Fabíola Greve, assessora de Tecnologia da Informação da Reitoria da UFBA, e o professor Audrey Jones, membro da comissão de Perícia Contábil, Mediação e Arbitragem do CRCBA, para discutirem as “Competências, Habilidades e Atitudes do Perito 4.0”. Durante o fórum, foram apresentadas estratégias de utilização de recursos digitais para se obter um melhor aproveitamento nas perícias contábeis. A coordenação dos trabalhos ficou a cargo do coordenador adjunto da Comissão de Auditoria do CRCBA, Luís Viana.

“As técnicas do Vale do Silício na sua empresa”

O empreendedor Marcelo Lombardo, CEO da Omie, apresentou a palestra “As técnicas do Vale do Silício na sua empresa”, com coordenação do vice-presidente de administração e Finanças do CRCBA, André Luís Barbosa dos Santos. Lombardo apontou as principais diferenças do modelo de crescimento tradicional e do modelo aplicado pelas empresas do Vale do Silício, e destacou o profissional contábil como um agente crucial no desenvolvimento de negócios. “A única entidade que tá em contato com 100% das pequenas empresas e tem capacidade de transformar o negócio dessas empresas são os contadores. O contador é quem tem esse contato, tem a confiança do empresário e o poder de despertar essa visão de crescimento e apontar o caminho pra isso. Ele pode oferecer ao empresário o planejamento que ele não é capaz de fazer sozinho. É justamente o profissional que pode colocar o país para o próximo estágio”.

“Cuidado: nova forma de fiscalização dos estados – One + IoT”

O especialista em SPED Dante Barini Filho apresentou a palestra “Cuidado: nova forma de fiscalização dos estados – One + IoT”,  abordando as mudanças de relação entre Fisco x Sociedade, envolvendo o ONE – Operador Nacional dos Estados e a IoT – Internet of Things (Internet das Coisas).

“Mudar é preciso…!”

O presidente do CRCBA Antonio Carlos Ribeiro Filho apresentou a palestra de encerramento da XIV Convenção de Contabilidade da Bahia, que levou doses de motivação, autoconhecimento e muita interação aos participantes. Com o tema “Mudar é preciso…!”, o presidente convidou a todos os presentes para uma reflexão sobre a capacidade de identificar quais são as melhorias necessárias para alcançarem os seus objetivos.

Premiação de trabalhos científicos

Ao final da Convenção, houve a premiação dos trabalhos científicos que obtiveram as melhores avaliações da comissão técnica. Em primeiro lugar, ficou o trabalho “Planos Plurianuais e sua estrutura: um estudo das capitais da região Nordeste do Brasil e os requisitos identificados em sua base estratégica e programática”, de autoria de Daniel de Jesus Pereira, Thais Cerqueira Martins e Luiz Ivan dos Santos Silva. Em segundo lugar, ficou o trabalho “Ações e impactos da Lei 8.313/91 no desenvolvimento econômico e social do município de Feira de Santana: doações e deduções do imposto de renda”, de autoria de Mirian Gomes Conceição; Polliany Lima Silva e Alison Silva Ferreira. Em terceiro lugar, fico o trabalho “Comportamento oportunista e decisão sob risco e incerteza: uma análise com estudantes de Ciências Contábeis”, de autoria de Samara Gouveia Barbosa e Marcia Figueredo D´Souza.

Lançamento de livro sobre ética

Durante a convenção, o presidente Antonio Carlos Ribeiro da Silva realizou o lançamento do livro “Ética Geral e Profissional – Deontologia dos Profissionais da Contabilidade”.